sábado, 17 de junho de 2017

Eram três e quarenta da manhã 
e eu 
ainda não tinha dormido. 

O barulho das bandeirolas 
sempre me deixa confusa
não sei se é chuva ou são joão
dessa vez era 
são joão 
e chuva. 
levantei,
fechei um trevo 
na sala
e fui pra janela
porque mainha
tem alergia,
mesmo depois
de dez anos. 

Abri
um pouquinho
que é
pros respingos
não apagarem 
o fogo
do fumo. 
chovia 
mas não chovia tanto 
a ponto de
encharcar,
alagar,
inundar,
afogar
os carros da garagem.
ou meu pés
antes de sair de casa. 

Assistia os pingos
caírem 
em outro pingos 
que já eram 
um poça
com vários pingos
juntinhos.
O problema, 
ponto chave, 
quebra-cabeça,
transtorno
é que eu
não tenho galochas
e as vezes o supermercado 
foi tão pouco
que não tem
sacola plástica
do Gbarbosa.
a unica solução é
encostar, 
pisar,
afundar,
sentir
a água da chuva 
com esgoto,
xixi de rato.

mas como ter nojo
se eu
sou 
o próprio
rato? 

Ontem, 
foi chuva rala, 
mas já deu no jornal
que amanhã
vai ter tempestade
e eu
ainda não tenho
galochas.  



/

Nenhum comentário:

Postar um comentário