domingo, 5 de março de 2017

Você deita pra dormir, se aconchega inteira, se encaixa e começa a ouvir, incessantemente, um mosquitinho no pé do ouvido.

Ainda de olhos fechados,
passa a mão
uma,
duas,
três,
quinze vezes
e não acerta.
Parece que é coisa da cabeça.

ZUM
ZUM
ZUM
Inferno.

Agora você já senta na cama de uma vez só, puta, porque o mosquito não te deixa em paz.

Quatro e cinqunta da manhã e ta desesperada balançando os braços pra todos os lados na esperança que algum movimento acerte o maldito.
Não adianta.
Acho que é coisa da cabeça mesmo, preciso voltar pra terapia.